Saiba como é o consórcio imobiliário, como funciona
5 (100%) 2 votes

Comprar a própria casa ou reformar a casa é o sonho de muitos brasileiros. Entretanto, o investimento no mercado imobiliário, as vezes, pode ser alto, o que dificulta o acesso e o alcance dos objetivos. 

Uma alternativa para conquistar o sonho da casa própria ou da tão esperada reforma é o consórcio imobiliário.

O consórcio imobiliário, como funciona de maneira simples não é difícil de entender. Como todo o tipo de consórcio este trata-se de um grupo de pessoas que tem como objetivo comprar um bem,  por exemplo, um imóvel, mas não tem o dinheiro necessário.

Desse modo, é formado um grupo que participa de uma poupança coletiva.

O consórcio tem como proposta ajudar essas pessoas comprar este bem, por meio de sorteios mensais entre membros de grupos. Esse serviço é oferecido por administradoras com licenças concedidas pelo Banco Central do Brasil. 

Consórcio imobiliário X Financiamentos comuns

Após a contratação do consórcio imobiliário é preciso prestar atenção em alguns detalhes sobre este serviço.

Por exemplo, diferente de outros financiamentos, ou seja, empréstimos, o consórcio não possui taxa de juros convencionais, mas possui taxa de juros impostas pela administradora que oferece o serviço. 

São quatro tipos de impostos: taxa de administração, fundo comum, seguro e fundo de reserva. A taxa de administração, trata-se da remuneração da gestão do serviço prestada pela administradora.

O fundo comum corresponde ao valor efetivo na compra. O seguro, trata-se de taxas de seguro de vida e de quebra de garantia, caso o consórcio seja rompido e o fundo de reserva é destinado para casos de inadimplência de alguém do grupo, com esse fundo é restituído o recurso perdido no grupo.

A análise de crédito, ao contrário de financiamentos comuns, não é tão burocrática, o que facilita quem não tem como comprovar renda mensal fixa.

Consórcio imobiliário, como funciona de forma mais flexível, também é mais fácil a adesão mesmo com restrição de crédito, por exemplo, pessoas com nome negativado.

Como funciona a contemplação 

A primeira opção de contemplação é por meio de sorteios. Todo o mês são realizados sorteios pelas administradoras.

O número de sorteios varia de administradora para administradora. Quanto mais o tempo passa e mais sorteios acontecem, mais chances de ser contemplado, pois uma vez contemplado, a pessoa não participa mais do sorteios. 

Mas sorteio não é a única maneira de ser contemplado. A contemplação também pode vir por meio de lances. Existem três tipos de ofertas de lances: lance fixo, lance livre e lance embutido.

O lance fixo é uma porcentagem que o participante contribui mensalmente, esse lance funciona da seguinte maneira: quanto mais próximo o lance for da última cota sorteada, a chance de antecipar o recebimento do crédito é maior.

Já o lance livre é como se fosse um leilão. Toda a assembleia de sorteios, o participante pode fazer lances e o maior é o contemplado. Por fim, o lance embutido, trata-se da oferta de um lance correspondente ao valor do crédito contratado no consórcio, onde o valor maior é o contemplado.

Dúvidas sobre o consórcio imobiliário

Uma das principais dúvidas em relação ao consórcio imobiliário, como funciona o uso da carta de crédito.

Ao ser contemplado com o crédito, o consorciado pode utilizar os recursos para comprar uma casa nova, usada, um apartamento, um imóvel para fins comerciais, para realizar uma reforma e até mesmo para pagar algumas dívidas. 

A forma de pagamento do consórcio também deixa dúvidas dos participantes.

É importante lembrar que se o consorciado for contemplado antes de quitar o pagamento, não isenta o mesmo do pagamentos das parcelas restantes.

Os participantes também podem pagar, adiantar algumas parcelas do consórcio e ofertar lances utilizando o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Mas para usar essa opção, é necessário que o consorciado tenha pelo menos três anos de contribuição no regime CLT. 

O consórcio imobiliário também apresenta outras duas características em relação a carta de crédito. Caso o participante opte por receber o crédito em dinheiro, é preciso estar com o plano do consórcio devidamente quitado e o recebimento em dinheiro tem um prazo de 180 dias após a contemplação. 

Por fim, o consórcio pode ser uma ótima opção para quem deseja investir por um período longo, pois mesmo o consórcia sendo contemplado é possível não receber a carta de crédito no momento, podendo retirar quando desejar.

Nesses casos, a administradora guardará o dinheiro e disponibilizará quando for desejado pelo consorciado.    

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui